dores

3 dicas para amenizar as dores musculares pós-treino

As dores musculares às vezes são um bom sinal. Mas mesmo assim incomodam. Veja 3 dicas para diminuir o sofrimento quando isso acontece!

Em um outro post aqui do Feito de Iridium, a gente já falou sobre a lenda de que dores após o treino são sempre um bom sinal – e como essas dores podem causar problemas sérios. Mas as DOMS (dores musculares tardias) podem ser controladas, e é sobre isso que falaremos aqui.

Em primeiro lugar é importante lembrar que se nem toda dor é um bom sinal, nem sempre ela é ruim também. Uma dor leve de vez em quando pode ser um sinal de que suas fibras musculares sofreram microlesões que estão sendo reparadas – e é isso que vai fazer seus músculos aumentarem.

Então, no final das contas, um pouco de dor é parte do processo. Mas é possível minimizar o sofrimento, e ainda evitar a dor excessiva, que é a que pode causar problemas.

Aqui, mostraremos 3 dicas para você evitar sentir muitas dores depois do treino. Confira!

3 dicas para amenizar as dores musculares pós-treino

1- Não pule o aquecimento

dores - aquecimento

Antes de sair levantando peso, prepare seu corpo para o esforço que virá. E nem precisa nada muito elaborado: uma caminhada ou pedalada de 10 minutos, sem muita intensidade, já vai diminuir consideravelmente a chance de você sofrer depois do treino.

Outra ideia que com certeza vai diminuir as dores pós-treino, sem comprometer seus resultados, é fazer um aquecimento antes de cada exercício.

Para isso, é só fazer uma série de 10 reps com metade da carga que você pretende usar no treino. Se preferir, também dá para ter ótimos resultados fazendo uma série de 5 reps com 80% da carga.

Assim, você prepara o músculo para o grande esforço que virá, e isso definitivamente funciona no controle das dores.

Uma outra opção é fazer um alongamento em movimento antes de começar a treinar – se você não gosta de aquecer nem quer fazer séries a mais. Não é o alongamento tradicional, em que você “estica” os músculos parado.

No alongamento em movimento você – como diz o nome – se movimenta enquanto alonga. Isso serve não só como aquecimento mas também para você treinar coordenação e equilíbrio – capacidades que certamente serão úteis no seu treino.

Veja alguns exercícios de alongamento em movimento que podem ser úteis no seu pré-treino clicando aqui.

2- Treine por cima da dor

dores - treino

Pode parecer estranho, mas uma boa forma de diminuir dores musculares tardias futuras é treinar os músculos doloridos do presente.

É evidente que, neste caso, você deve fazer um treino leve, pois forçar demais um músculo dolorido vai aumentar ainda mais seu sofrimento e pode até causar uma lesão – e também é importante ter certeza que o músculo não está dolorido por causa de uma lesão mais séria, ou você vai piorar a situação.

Ao exercitar um músculo dolorido, você acelera o “aprendizado” do mesmo em relação ao esforço e aos traumas que ele vai sofrer futuramente. Assim, quando você forçá-lo novamente, as dores serão cada vez menores.

Dependendo do músculo e do nível de dor, fazer isso não será tão fácil quanto parece. Por isso, use sempre cargas mais leves, diminua a intensidade e o volume.

Você não vai treinar um músculo dolorido para crescer… vai fazer isso para evitar dores no futuro!

3- Tome suplementos que ajudam na recuperação muscular

dores - suplementos

Suplementos não são remédios, e não tem superpoderes analgésicos… mas eles podem, sim, diminuir seu sofrimento, minimizando as dores e os desconfortos.

Um exemplo é tomar uma dose extra de Whey Protein antes e depois do treino. porque esse tipo de produto ajuda na recuperação e na reparação musculares – aminoácidos de cadeia ramificada também têm efeito comprovado cientificamente no combate à dor muscular.

O HMB também pode ser uma boa opção, principalmente se você for iniciante. O Beta-hidroxi Betametil-Butirato é um aminoácido que deriva do metabolismo da Leucina no tecido muscular e que ajuda na redução dos danos e no processo de reparação do tecido
muscular.

O óleo de peixe ou outros suplementos ricos em Ômega-3 também podem ser úteis, pois esta substância ajuda na redução do inchaço e das dores musculares.

Mas lembre-se: como falamos no começo do texto, nem sempre as dores musculares são positivas e uma amostra de que seus músculos estão crescendo.

As dores musculares servem também para indicar lesões e podem ser um sinal de que você está fazendo alguma coisa errada no seu treino. Por isso, conte sempre com suporte de um especialista e visite um médico regularmente.

E, pelo menos em relação às dores musculares “comuns”, que são sinal de que seus músculos estão crescendo, você pode usar as dicas acima e sofrer menos!

via Bodybuilding

Comentários