Stephen Curry e LeBron James

Curry e Kyrie Irving tiram sarro, mas treino de LeBron é intenso e eficiente

Principal rival e companheiro de time menosprezam treino de craque do Cleveland Cavaliers, mas o fato é: eles estão errados. O treino é insano!

Há cerca de um mês, a gente mostrou aqui no Feito de Iridium um video de LeBron James fazendo um treino de core “diferentão”.

Muita gente achou graça, entre eles o seu principal rival nas quadras da NBA, Stephen Curry. Nas redes sociais, o armador do Golden State Warriors postou um vídeo em que aparentemente imita e tira sarro de LeBron.

A brincadeira de Curry remete à dois vídeos que LeBron postou de seus treinos recentemente – e a referência à eles não é “invenção” nossa… foi especulada por muita gente, inclusive Brendan Haywood, que publicou o vídeo de Curry (acima).

O mais bizarro é que, além de claramente menosprezar o seu maior rival – que, é bom que se diga, também é muito maior e mais forte do que ele – Curry, aparentemente num casamento ou algo do tipo, tem a companhia de Kyrie Irving.

Irving é parceiro de time de LeBron e um dos que mais “agita” o craque dos arremessos de três pontos durante o vídeo – não é de se espantar que Irving já tenha pedido para ser trocado de time.

Mas, rivalidade, rixas e briguinhas à parte, o ponto aqui é que o treino de LeBron merece respeito. Em primeiro lugar, porque mostra o cara treinando pesado apenas alguns dias depois de finalizada a temporada 2016/17 da NBA – em que o seu Cleveland Cavaliers foi derrotado na final justamente pelo Warrios de Curry.

Depois – e principalmente – porque o treino de fato é insano e eficiente. LeBron fazia um trabalho intenso nos músculos estabilizadores, focado menos em construir músculos e mais em força funcional – o que é essencial para qualquer atleta.

É uma abordagem inteligente para um atleta fora de temporada, e possivelmente uma das explicações para o desempenho e assiduidade impressionante do cara: em suas 14 temporadas na NBA, ele só jogou menos de 70 jogos no ano duas vezes!

Curry também faz “pouco caso” da Bodyblade que LeBron segura em uma das mãos. Outro erro do craque. O equipamento pode ser muito útil e eficiente.

Para que a “lâmina” balance e interfira no equilíbrio da forma como LeBron faz, é preciso realizar movimento curtos e rápidos. Isso aumenta o foco do exercício em músculos menores ao invés dos maiores – e nos ombros eles são vários e fundamentais.

Já em relação à bolã suíça (ou “fitball”), que também é menosprezada por milhares de pessoas, é uma ótima forma de testar o equilíbrio e trabalhar a estabilização do core.

Tudo isso é inntensificado na forma como LeBron utiliza o equipamento, ajoelhado. Desta forma, todo o seu core, do abdômen à lombar e aos glúteos, precisa trabalhar para mantê-lo estável.

É um trabalho muito avançado, que definitivamente não é para qualquer um.

Stephen Curry pode tirar sarro do que quiser, principalmente depois de ganhar o título da NBA. Mas ainda precisa comer muito arroz com feijão para cornetar um treino de LeBron James.

 

Comentários