aspargos

6 motivos para você incluir os aspargos na sua dieta

O nome é estranho, a aparência idem, o preço não é lá muito convidativo… mas os aspargos são um alimento poderoso para quem treina!

O nome é estranho, a aparência idem, o preço não é lá muito convidativo… mas os aspargos são um alimento poderoso para quem treina!

Não é por acaso que esse vegetal tem conquistado cada vez mais espaço entre quem faz musculação e busca um corpo bonito e saudável. Tem muita gente, inclusive, que está trocando o brócolis pelo aspargo.

É claro que você não precisa trocar um pelo outro. O ideal é acrescentar os aspargos como mais uma possibilidade de alimentos no seu cardápio. Com o crescimento da demanda, é bem provável que o preço do aspargo comece a cair.

Mas, mais do que isso, a gente separou várias outras informações relevantes sobre esse alimento para você entender de uma vez por todas como ele pode ser útil na sua dieta. Se liga:

6 motivos para você incluir os aspargos na sua dieta

aspargos

1- Propriedades nutricionais

100g de aspargos contêm apenas 20 calorias, por isso muitas vezes é utilizado como alimento-chave em dietas de perda de peso ou com restrição de calorias.

Por ser um alimento de baixo valor calórico, apresenta uma boa proporção em relação a quantidade de proteína e carboidrato, que é de aproximadamente 2,2g e 3,9g. respectivamente, por 100g do alimento

Além disso, é fonte de vitaminas A, C, do complexo B e minerais como o Cálcio e o Ferro.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, os aspargos também contém uma alta quantidade de glutadina, um dos maiores combatentes desta doença e esta substância também é um agente eficaz na desintoxicação no corpo humano.

2- Funcionamento intestinal

Os fruto-oligossacarídeos (FOS) são carboidratos complexos resistentes à ação hidrolítica da enzima salivar e intestinal, assim chegam intactos ao cólon.

Os FOS são formados a partir da inulina – nutriente presente do aspargo, que tem diversas funções no organismo, como alteração do trânsito intestinal, redução do colesterol plasmático e da hipertrigliceridemia, melhoram a biodisponibilidade de minerais e contribuem para o aumento da concentração das Bifidobacterium no cólon.

Assim, o aspargo contribui para uma melhora da função intestinal, bem como prevenção de algumas doenças, como cardiovascular e câncer de cólon.

3- Efeito diurético

O aspargo é utilizado como um poderoso diurético em muitos países, especialmente na Índia e na China, porque atua no aumento da atividade celular nos rins e, assim, aumenta a taxa de produção de urina.

Com isso, o aspargo ajuda a combater a retenção de líquidos, reduzindo o inchaço.

O aspargo pode provocar um odor característico na sua urina, mas não se assuste, este odor não possui nenhuma consequência nociva. As substâncias que provocam odor são um resultado do metabolismo de um de seus componentes, que contém enxofre.

4- Diabetes

O aspargo possui substâncias com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que previnem o aparecimento de doenças como o Diabetes.

Além disso, um estudo publicado em 2012 mostrou que além da potente atividade antioxidante, o extrato aspargos exerce efeitos antidiabéticos, pois melhora a secreção de insulina e a função das células beta.

É claro que não deve substituir os medicamentos, mas pode auxiliar na prevenção e como coadjuvante do tratamento.

5- Poderoso antioxidante

A glutationa, presente nos aspargos, contém ácido glutâmico, glicina e cisteína, que atuam como importantes agentes de oxidação.

Por esta ação antioxidante, os aspargos auxiliam na prevenção do envelhecimento precoce e de algumas doenças, como doenças cardiovasculares e câncer.

O aspargo ainda é rico em vitamina C, que potencializa o efeito antioxidante e ainda auxilia na melhora do sistema imunológico.

6- Fonte de Potássio

O potássio atua como regulador da pressão e do pH sanguíneos e auxilia os processos digestivos e as contrações musculares — após atividades físicas muito intensas, a reposição de potássio no organismo ajuda na recuperação dos músculos.

Portanto, o aspargo pode ser um aliado de quem treina pesado.

Atenção! Pessoas que sofrem com ácido úrico e cálculo renal (pedras nos rins), só devem consumir o alimento com orientação de médico ou nutricionista.

Como comprar?

O aspargo torna-se fibroso, murcho e perde o sabor característico rapidamente. Por isso, preferencialmente, consuma-o no dia da compra.

Armazenamento

Se for necessário armazená-lo em casa, envolva os caules em toalha de papel úmida e cubra-os com um saco de plástico ou coloque-os com a base em uma vasilha com lâmina de água como se fossem um buquê de flores, e cubra a vasilha com plástico

Eles devem ser armazenados na posição vertical, pois quando colocados na horizontal ficam curvos.

Mesmo o armazenando corretamente, sua qualidade em geladeira se manterá por 2 ou 3 dias.

O congelamento não é recomendado, pois apesar propriedades nutricionais, o aspargo após congelamento fica muito mole, só servindo para cremes ou sopas.

aspargos

Dicas para preparo

  • Amarre os aspargos em maços de 10 a 12 e coloque-los em pé na panela com água, cobrindo cerca de metade da sua altura. Dessa maneira a base mais dura é cozida na água e a ponta mais macia é cozida no vapor. A panela deve ser mantida tampada durante o cozimento.
  • Corte a parte debaixo dos aspargos (cerca de 5 cm), coloque um papel toalha molhado aberto e coloque os aspargos sobre esse papel, um ao lado do outro. Depois, peque um lado do papel e vá enrolando até que todos os aspargos fiquem cobertos. Coloque os aspargos enrolados no papel em um prato e leve ao microondas. O tempo aproximado é de 3 minutos, porém se o seu microondas for muito potente, deixe por 2 minutos e se necessário coloque por mais um minuto.

Por ter um sabor delicado e único, o aspargo pode ser consumido da maneira mais simples, coberto com manteiga, vinagrete, iogurte ou creme de leite, e é um ótimo acompanhamento para carne vermelha, peixe ou frango.

Além disso, ele pode dar um grau na sua salada, pratos frios e quentes à base de macarrão, omeletes e tortas. E, claro, pode ser consumido sozinho também.

Você já colocou os aspargos na sua dieta?

LEIA MAIS: ‘Pirâmide da Proteína’: ela vai te ajudar a aproveitar melhor este nutriente 
LEIA MAIS: 8 bobagens sobre nutrição que as pessoas falam na academia 
LEIA MAIS: 8 fatos que você precisa saber sobre o abacate

Comentários